terça-feira, 26 de setembro de 2017

Benefícios do Pompoarismo para saúde feminina

Vencer problemas para alcançar o orgasmo

É muito comum as mulheres terem dificuldade para alcançar o orgasmo. Esse transtorno também é chamado de anorgasmia. Segundo pesquisadores do ProSex, instituição de pesquisas sexuais da USP, mais de 26% das brasileiras não conseguem alcançar o clímax.
Na maior parte das vezes, isso ocorre falta de conhecimento do próprio corpo. Existem também aquelas que apresentam fatores psicológicos interferindo diretamente no desempenho sexual. Diante disso, a ginástica íntima entra em ação para trabalhar as terminações nervosas, fazendo o que chamamos de exercícios do assoalho pélvico.

Resultado de imagem para romance na cama

Isso significa que a mulher assume controle de sua área genital, contraindo quando quiser a musculatura, aumentando a fricção entre os órgãos feminino e masculino e, consequentemente, ampliando o prazer para o casal. Para curtir ainda mais, basta unir com uma massagem erótica e outras formas de apimentar a relação e pronto!
Os movimentos do pompoarismo trazem benefícios para que a mulher sinta mais prazer durante a relação sexual. Ao controlar sua musculatura, ela se sente mais segura, pois sabe que também está aumentando o prazer do seu parceiro. Com isso, ela também consegue vencer obstáculos — soltando-se mais na cama — e faz com que o orgasmo seja mais facilmente alcançado.

Aumentar o prazer e não sentir dor durante o sexo

O ato sexual pode causar dor? Muitas mulheres dizem que sim. No Brasil, são mais de 17% informando sobre sensações dolorosas na relação. Considerando que há muito tabu envolvendo o assunto, o número real deve ser bem maior. Além disso, entre as mulheres que não chegam ao clímax, 74,3% contam que a dor impede de alcançar o orgasmo durante o sexo.

Resultado de imagem para romance na cama

Já se imaginou aumentando sua capacidade de prazer e a do seu parceiro? E conquistando benefícios sexuais do pompoarismo para sua mente, alma e corpo? Estamos falando, sim, de dicas para chegar ao orgasmo, até porque é sempre ótimo falar sobre isso. E hoje vamos além, pois a relação sexual tem muitas áreas deliciosas para se explorar.
Acompanhe e entenda como os movimentos do pompoarismo vão proporcionar mais prazer e ajudar a alcançar todos os benefícios sexuais, para você e seu companheiro!
Todos queremos chegar ao orgasmo, não é mesmo? Mas sabemos que existe todo um caminho até ele que também é de extremo prazer ou, ao contrário, pode trazer dificuldades. Então, prepare-se, porque hoje vou contar para você os benefícios sexuais do pompoarismo.
Você vai entender que a ginástica íntima traz como vantagens:
  • Vencer problemas para alcançar o orgasmo
  • Aumentar o prazer e não sentir dor durante o sexo
  • Ter orgasmos múltiplos e mais intensos
  • Retardar a ejaculação do parceiro com movimentos do pompoarismo
Continue a leitura e veja como os exercícios de pompoarismo, em poucos minutos por dia, podem trazer mais qualidade para sua relação sexual!
Imagem relacionada

Benefícios sexuais do pompoarismo

Vencer problemas para alcançar o orgasmo

É muito comum as mulheres terem dificuldade para alcançar o orgasmo. Esse transtorno também é chamado de anorgasmia. Segundo pesquisadores do ProSex, instituição de pesquisas sexuais da USP, mais de 26% das brasileiras não conseguem alcançar o clímax.
Na maior parte das vezes, isso ocorre falta de conhecimento do próprio corpo. Existem também aquelas que apresentam fatores psicológicos interferindo diretamente no desempenho sexual. Diante disso, a ginástica íntima entra em ação para trabalhar as terminações nervosas, fazendo o que chamamos de exercícios do assoalho pélvico.
Isso significa que a mulher assume controle de sua área genital, contraindo quando quiser a musculatura, aumentando a fricção entre os órgãos feminino e masculino e, consequentemente, ampliando o prazer para o casal. Para curtir ainda mais, basta unir com uma massagem erótica e outras formas de apimentar a relação e pronto!
Os movimentos do pompoarismo trazem benefícios para que a mulher sinta mais prazer durante a relação sexual. Ao controlar sua musculatura, ela se sente mais segura, pois sabe que também está aumentando o prazer do seu parceiro. Com isso, ela também consegue vencer obstáculos — soltando-se mais na cama — e faz com que o orgasmo seja mais facilmente alcançado.
O ato sexual pode causar dor? Muitas mulheres dizem que sim. No Brasil, são mais de 17% informando sobre sensações dolorosas na relação. Considerando que há muito tabu envolvendo o assunto, o número real deve ser bem maior. Além disso, entre as mulheres que não chegam ao clímax, 74,3% contam que a dor impede de alcançar o orgasmo durante o sexo.
Há duas possíveis causas para a dor da mulher nesses casos. A Dispareunia, que ocorre na área genital durante o sexo ou em outros momentos. Ela pode estar associada a falta de lubrificação e outros fatores. E o Vaginismo, que consiste na contração involuntária da musculatura, deixando a região tensa e causando dor na hora da penetração, principalmente.
Esses problemas podem ser ocasionados por disfunções fisiológicas. Mas, em maior parte, são de origem psicológica. A mulher, por vergonha, medo, traumas ou estresse, “trava” o músculo na hora da relação e não consegue ser penetrada.
Um dos benefícios sexuais do pompoarismo é conseguir ter contrações voluntárias. Com isso, a mulher assume controle sobre seu músculo e deixa de travá-lo inconscientemente. Além disso, como os movimentos são prazerosos e podem ser iniciados até mesmo antes de começar o sexo — durante o jantar ou a sessão de cinema, por exemplo, e até enquanto estiver fazendo sexo oral nele — a mulher estará mais relaxada e lubrificada, o que certamente evitará qualquer problema que cause a dor.

Retardar a ejaculação do parceiro com movimentos do pompoarismo


Resultado de imagem para romance na cama
Muito se fala em retardar a ejaculação quanto ela é precoce. Porém, é possível prolongar o prazer tanto nosso quanto do parceiro ao manter a ereção por mais tempo. E isso acontece quando usamos as técnicas da ginástica íntima a nosso favor.
Os movimentos do pompoarismo trazem maior força à musculatura da vagina e do períneo. Assim, é possível, além de aumentar a fricção, fazer um “anel” na base do pênis. Esse tipo de pressão retarda a ejaculação masculina, proporcionando mais prazer e, além disso, aumentando a sensação durante o orgasmo dele — e o nosso.
Imagine a situação: quando ele estiver prestes a gozar, você relaxa a musculatura e pede para ele parar os movimentos. Depois, reinicia-se o processo e você consegue comprimir a base do pênis. Com isso, ele vai demorar mais e ambos poderão aproveitar todos esses momentos do ato sexual. Além disso, com o aumento da excitação, o orgasmo costuma ser bem mais intenso. Ou seja: há benefícios sexuais do pompoarismo tanto para a mulher quanto para o homem.
Vale dizer que a conversa e a troca de informações em um relacionamento saudável também contribuem muito para que tudo fique perfeito. Unir o pompoarismo ao diálogo, principalmente em casos em que o homem tenha ejaculação precoce, poderá melhorar o bem-estar e a vida sexual do casal. Ele poderá inclusive entender melhor como funciona o próprio corpo e o seu, ampliando o prazer em todos os sentidos.

AnunciAD Publicidade